AMONTADA

Nova caixa misteriosa é encontrada em praia do Ceará; veja fotos e vídeo

19/11/2018 | 13:11
Empresário afirma que fardo encontrado tem cheiro de carne seca (Foto: Cláudio Vignoli/ WhatsApp O POVO)
Objeto não identificado encontrado na orla cearense

Italo Cosme

Mais uma caixa misteriosa foi encontrada no litoral cearense. O fardo apareceu no fim da tarde deste domingo, 18, em Amontada, no Litoral Oeste. Pacotes similares já foram achados em diversos pontos do litoral nordestino.
 
Ainda sem origem definida, os exemplares do material encontrados em praias têm características parecidas: são fardos pesados e com textura semelhante a borracha. O empresário que encontrou a caixa na praia de Amontada afirma que o material tem cheiro de carne seca.
 
A Polícia Federal segue investigando o caso.

Cláudio Vignoli encontrou o fardo na Praia de Moitas, distante cerca de 200 quilômetros de Fortaleza. De acordo ele, o pacote tem 0,70cm de largura, 0,60cm de profundidade e 0,50cm de altura e pesa cerca de 80 kg. Para retirá-lo da areia da praia foi necessária a ajuda de quatro pescadores. “É carne pura prensada. O cheiro é charque. É um produto comestível”, descreve o empresário. 
 
 
 
“Do que eu li, ninguém falou do cheiro ainda, o que é bastante forte”. Após cortar um pedaço para tentar descobrir do que se trata o material, Vignoli pretende levar a amostra até o Mercado Central de Fortaleza para que comerciantes do local possam opinar sobre o conteúdo.
 
Veja vídeo do material encontrado em Amontada: 
Há registros de achados semelhantes nas praias do Serviluz e do Cumbuco – em Fortaleza e Caucaia, respectivamente – bem como no litoral de Paraíba, Alagoas, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Piauí. Até o momento, porém, ainda não se sabe sobre a origem dos objetos. 
 
Homem que encontrou a caixa misteriosa cortou um pedaço para sentir o cheiro do material (Foto: Cláudio Vignoli/ WhatsApp O POVO)

Procurada nesta segunda-feira, 19, pelo O POVO Online, a Polícia Federal ainda não se pronunciou sobre o caso de Amontada. A PF ainda não apresentou resultado da perícia solicitada pelo Ibama no início do mês. À época, a PF afirmou avaliar uma possível repercussão na esfera penal sobre o ocorrido.
Recomendadas para você

Comentários

  • Imóveis
  • Veículos