Violência

Polícia investiga morte de cachorro a tiros durante carreata pró-Bolsonaro na Bahia

02/10/2018 | 14:55
Autor do crime disparou três vezes contra o animal (Foto: Arquivo pessoal)
Autor do crime disparou três vezes contra o animal (Foto: Arquivo pessoal)
Um cachorro foi atingido por arma de fogo durante carreata política a favor do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL). O caso aconteceu na tarde do último domingo, 30, na cidade de Muniz Ferreira, na Bahia (a 203 quilômetros de Salvador). O animal, de pouco mais de um ano, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. 

De acordo com o relato de uma dos responsáveis pelo animal, o autor dos disparos desceu de um veículo, durante a passeata, e atirou três vezes contra o cachorro, que era “pitbull misturado”. “O cachorro era muito dócil e não avançou contra ninguém, mas estão alegando isso”, explica a responsável, que pede justiça para o ocorrido. 

De acordo com ela, o envolvido se apresentou como policial na delegacia da cidade vizinha, Nazaré das Farinhas. “Se ele não pagar pelo que fez, precisamos que ele saiba que muita gente sofreu”, desabafa. 
 
Segundo a Polícia Civil do Estado da Bahia, o autor do crime foi identificado e ouvido. O ataque está sendo investigado pela Delegacia Territorial do Município. 
 
Redação O POVO Online 

Recomendadas para você

Comentários

  • Imóveis
  • Veículos